Em torno, sem retorno: deslocamentos e cidades

Apresentação 

Nos últimos anos, as migrações e deslocamentos têm aumentado exponencialmente em todo o mundo. De acordo com a OIM, em 2009, havia um bilhão de pessoas deslocadas, entre as quais, 740 milhões dentro de seus países e 232 milhões como imigrantes transnacionais. O Brasil acompanhou a tendência global e passou a receber muito mais grupos de refugiados e imigrantes no decorrer dos anos 2000, aparecendo enquanto alternativa viável aos países desenvolvidos que, além de sofrerem com a recessão econômica de 2008-2009, recrudesceram suas políticas migratórias e fecharam fronteiras. O crescimento econômico brasileiro associado à legislação favorável à solicitação de refúgio e à facilidade de entrada nas fronteiras, são alguns dos fatores que explicam o redirecionamento de fluxos migrantes para o país. São Paulo, assim como outras cidades brasileiras, entrou na rota de fluxos migratórios de diferentes países da África, Ásia, Oriente Médio e Américas. Indício disso é o crescimento das solicitações de refúgio em mais de 2800% entre os anos de 2010 e 2015 no Brasil, passando de 966 pedidos para 28670; no acumulado desses anos, foram mais de 80 mil solicitações, sem contar a entrada de imigrantes. São pessoas provenientes do Haiti, Senegal, Síria, República Democrática do Congo, Angola, entre outros países.

O curso pretende refletir sobre o estatuto desse novo fluxo migratório a partir da hipótese de autores como Saskia Sassen e Bela Feldman-Bianco de surgimento de uma nova lógica de expulsão na atual fase da economia política global responsável por expulsar pessoas de seus espaços sociais e de vivência. São grupos deslocados pela expansão da mineração e de plantações de monocultura, pela desertificação e aumento do nível da água, pelo aumento do preço da terra em centros urbanos ou rurais, pela compra de milhões de hectares de propriedades por investidores e governos de países estrangeiros, pelo desemprego e empobrecimento, pelo encarceramento e políticas de austeridade, por desastres ambientais ou nucleares, por conflitos relacionados a expansão da mineração e do agronegócio, entre outros. 

Público-Alvo

Professores, historiadores, cientistas sociais, geógrafos, jornalistas, profissionais do terceiro setor e de instituições públicas, estudantes de graduação e pós-graduação, e interessados em compreender as novas dinâmicas migratórias, seus efeitos sociais, culturais e espaciais, e em refletir sobre a perspectiva brasileira dentro dessa realidade global. 

 

Professora em Destaque

Marina Mattar Soukef Nasser 

Doutoranda no Programa de Ciências Sociais da Unicamp, com concentração na Área Cidades, tem como tema de pesquisa a experiência urbana de refugiados e imigrantes na cidade de São Paulo. É mestre em Sociologia pela USP com dissertação sobre as formas de gestão do espaço urbano e seus efeitos sociais a partir de etnografia desenvolvida na Cracolândia (centro de São Paulo). É pesquisadora no Projeto Temático da FAPESP "A gestão do conflito na produção da cidade contemporânea" coordenado pela prof. Vera Telles. Aborda temas como deslocamentos, migrações, conflitos urbanos e formas de controle e gestão, na intersecção entre Antropologia e Sociologia Urbana.

Bela Feldman-Bianco

PhD em Antropologia (Columbia University) com pós-doutorado em História (Yale University), é professora colaboradora do Programa de Pos-Graduação em Antropologia Social, da UNICAMP e bolsista de produtividade nível 1A do CNPq. Ocupou as cátedras de Estudos Portugueses (1987-1991) e Hélio e Amélia Pedrosa (2008) na University of Massachusetts-Dartmouth e, mais recentemente, a Cátedra UNESCO/Memorial da América Latina (set.-nov. 2015). Tem conduzido pesquisa sobre migrações transnacionais em cidades de Brasil, Estados Unidos e Portugal, com ênfase em cultura e poder e a partir de questões relacionadas às identidades, colonialismo/ pós-colonialismo, interseccionalidades de gênero, classe, raça, nação e globalização em perspectiva comparativa. Foi presidente da Associação Brasileira de Antropologia (2011-2012), membro titular do Comitê de Assessoramento em Ciências Sociais, CNPq (2008-2011), representante da Área de Antropologia e Arqueologia, CAPES (2005-2007). Foi, ainda, coordenadora do GT Migración, Cultura y Política da CLACSO (nov2010 a jun2013), do Council of World Anthropologies (CWA) da American Anthropological Association (2012-2015) e diretora do CEMI (Centro de Estudos de Migrações Internacionais), IFCH/Unicamp, entre 1996- jun2013, entre outros. Atualmente coordena o Comitê Migrações e Deslocamentos da Associação Brasileira de Antropologia e é conselheira do Conselho Nacional de Imigração (CNIg), onde representa a Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência (SBPC). É membro de comitês editorais de revistas nacionais e do exterior.

Inscrição 
  1. Inscrição: após o cadastro de sua inscrição no Portal de Inscrições, serão gerados automaticamente um boleto e um comprovante de inscrição. Uma mensagem de confirmação será enviada para o seu endereço eletrônico.
  2. Procedimentos de Matrícula: tão logo efetue o pagamento da inscrição, você receberá um segundo e-mail com o link de acesso ao Portal Educacional onde será gerado o boleto com a primeira parcela do plano de pagamento e o Contrato de Prestação de Serviços Educacionais para a celebração.
  3.  Em caso do responsável financeiro não ser o próprio aluno, deverá ser assinado o TERMO DE ADITAMENTO AO CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS EDUCACIONAIS pelo efetivo responsável, cujo documento deverá ser solicitado pelo seguinte e-mail: contasareceber@pucsp.br e  entregue pessoalmente nesse mesmo setor.
  4. Efetivação de matrícula:após o pagamento da primeira parcela do plano e o aceite nos Termos e Condições do Contrato de Prestação de Serviços Educacionais, sua matrícula será efetivada.
    Uma vez efetivada a matrícula você receberá as informações de acesso ao Portal Acadêmico do Aluno da PUC-SP no endereço eletrônico cadastrado.

PUC-SP - Consolação - COGEAE

TAXA DE INSCRIÇÃO

  • R$ 80,00 - Não há devolução da taxa de inscrição.

Para saber o valor total do curso, consulte a aba Investimento, no menu vertical esquerdo, ressaltando que o valor está sujeito a reajustes nos termos da Lei 9.870/99.
 

Documentos

  • Cópia do CPF, RG e comprovante de residência (com CEP)
  • Cópia autenticada do Diploma de Graduação para graduados e cópia autenticada do Histórico Escolar para graduandos 
  • 1 foto 3x4 recente

Os documentos deverão ser anexados através do menu "Enviar Documentos" no Portal de Inscrições, no ato da inscrição. O aluno responsabiliza-se pela absoluta exatidão e veracidade  dos documentos anexados no Portal de Inscrições.

  •  (Você poderá verificar os documentos pendentes no menu "Doc. Pendentes" no Portal de Inscrições)
  • A REALIZAÇÃO DO CURSO ESTÁ SUJEITA A NÚMERO MÍNIMO DE MATRICULADOS.

Caso o curso não se viabilize, você será avisado(a) com antecedência à data prevista para o início das atividades. Somente neste caso, a taxa de inscrição e matrícula serão devolvidas.
Em caso de dúvidas entre em contato pelo e-mail: inscricaocogeae@pucsp.br

Estrutura Didática 

 

Temas

  • Novos fluxos migratórios: expulsões, deslocamentos e dinâmicas de despossessão
  • A constituição política e social de imigrantes ilegais e clandestinos
  • Políticas de criminalização da migração
  • Políticas de externalização das fronteiras
  • Política migratória no Brasil: debates e problemas
  • Imigrantes e refugiados em São Paulo: formas de inserção na cidade
  • São Paulo: cidade cosmopolita?
Duração 
16 horas
Turmas e Horários 


Início: 14 de abril de 2018

Término: 16 de junho de 2018

Dia da semana: sábado

Horário: das 9h às 11h

Local 

Campus Consolação - Unidade COGEAE


Rua da Consolação, 881
Consolação - São Paulo/SP
CEP: 01301-000

Atendimento no Campus Consolação - Unidade COGEAE 

Rua da Consolação, 881 - Consolação - São Paulo/SP
CEP: 01301-000
Telefone: (11) 3124-9600
Horário de atendimento: de segunda a sexta-feira, das 12h às 20h30, e  aos sábados, das 8h às 12h30
Central de atendimento telefônico: de segunda a sexta-feira, das 9h às   19h, e aos sábados, das 8h às 13h


 

Categoria 
Extensão
Situação 
Aguarde informações
Áreas de conhecimento 
Investimento 

Investimento total no curso

Aguarde informações.

Se você faz parte da rede Colaboradores, após a conclusão de sua inscrição entre em contato conosco de 2ª a 6ª feira das 9h às 18h pelo telefone (11) 3124-9628 ou pelo e-mail: relacionamentocogeae@pucsp.br. Os documentos necessários para a concessão do desconto são: Carta Colaboradores, disponível no site https://colaboradores.com.br/ e Declaração de Vínculo de sua Empresa atualizada.

IMPORTANTE: 
A renovação do desconto é semestral. Por isso o aluno deverá comprovar o vínculo da parceria entregando a carta Colaboradores e declaração de vínculo de sua empresa a cada semestre para obter a renovação do descont

Conecte-se à PUC-SP